Chai Carioni


SERÁ QUE EU SOU EMPREENDEDOR?




Antes mesmo de responder, convido você a ler até o final, aí sim você poderá participar de um simples teste e definir a sua posição neste mundo do empreendedorismo, ok? O que é empreendedorismo? Ao buscarmos no Google (afinal ninguém mais faz pesquisa em Dicionário) encontramos algumas palavras chaves que ajudam na definição, neste caso empreendedorismo é:

  • INICIATIVA • DISPOSIÇÃO • CAPACIDADE • IDEALIZAÇÃO • COORDENAÇÃO • REALIZAÇÃO • IMPLEMENTAÇÃO • INOVAÇÃO

EMPREENDER É FAZER ACONTECER PROJETOS, SERVIÇOS E NEGÓCIOS.

Empreendedorismo em tempos de inovação pode ser traduzido como ousar fazer diferente, fazer do seu jeito, mas não significa necessariamente que o empreendedor é alguém que prefere arriscar. O natural é que queremos acertar, sentir segurança e realizar nossos planos de negócios sem muitos riscos. Eu penso que para que esse desejo se torne algo atingível é válido estarmos entre pessoas com experiência, por isso gosto tanto de iniciativas como mentorias, assim como participar de eventos com mesas diferentes para troca de vivências no mundo dos negócios. Pessoas inspirando pessoas, em um futuro colaborativo na era do conhecimento é o desafio de cada profissional que percebe que além da sua competência, o sucesso vem acompanhado de novas habilidades e responsabilidades como liderança, gestão e inovação. Partindo do desafio eu defino estes 3 pilares para o empreendedorismo sustentável:

1. LIDERANÇA – O pilar da liderança fala inicialmente da sua identidade como profissional, o que você faz e como você entrega o seu serviço, produto, representando o seu negócio. Na liderança entra a competência que teoricamente estudamos para atuar. Pense no exemplo do médico, que aplica o seu conhecimento, habilidade e atitude na área da medicina. Liderar na sua área vai muito além de ser excelente no que faz como médico, envolve também:

  • LIDERAR PESSOAS
    (equipe, parceiros, sócios, fornecedores)
  • LIDERAR MERCADO
    (e novos mercados surgindo a cada dia)
  • LIDERAR POSICIONAMENTO
    (a identidade, o marketing, a linha de ação, tudo está aqui)

Posicionar-se com clareza é fundamental. O poder de influência e persuasão crescem à medida que você aprende a se comunicar melhor.

2. GESTÃO – O pilar da gestão é a base de qualquer projeto, aqui estão os processos ou fluxos de como o “fazer acontecer” realmente acontece, ou seja, a implementação das ações que transformam tarefas em negócios, como por exemplo definir metas e indicadores para o crescimento e controle de toda a operação. O desafio é diário, você precisa conhecer seus recursos para fazer a melhor gestão de cada um deles. Recursos fundamentais de um empreendedor: tempo, dinheiro, inteligência emocional e inteligência artificial. Se você lida com esses 4 recursos diariamente aqui é a hora de você rever como está sua dedicação na gestão de cada um deles.

SERÁ QUE EU SOU EMPREENDEDOR?

3. INOVAÇÃO – Inovação é uma característica que todo empreendedor tem, significa a habilidade de ser visionário. Inovar não é inventar um produto ou um serviço, imaginando que ninguém fez anteriormente, seria ótimo se todos nós pudéssemos fazer assim, mas inovar está muito mais relacionado com o que você pode oferecer de diferente do mesmo. Agora que você já leu até aqui, muito provavelmente já saberá afirmar a sua posição sobre empreendedorismo, mas independente de sua profissão, cargo, status, momento da carreira, uma coisa eu posso arriscar dizer sobre qualquer um de nós: estamos prontos para fazer acontecer, quando estamos prontos para aprender. Para fazer acontecer com mais assertividade, deixo aqui para você (empreendedor ou não) um passo a passo com mais chance de sucesso:

1º PASSO = VISÃO: PROCURE TER UMA VISÃO CLARA DO SEU PROJETO.

Não precisa ser algo exato, porém fará toda diferença ter clareza de como você quer ver acontecer. Usar um modelo de mapa mental para o brainstorm pode ser uma excelente ferramenta neste momento.

2º PASSO = PLANEJAMENTO DOS SEUS RECURSOS: PLANEJAR É COLOCAR OS PONTOS PRINCIPAIS EM PAUTA PARA AVALIAR A IMPLEMENTAÇÃO.

Imagine organizar uma festa, neste caso usei a festa como exemplo, mas a ferramenta de planejamento que pode ser usada de forma rápida e instintiva é o modelo 5W2H.

Quem serão os convidados? Seus clientes. Conheça seus clientes o máximo que puder.

O que estes convidados vão encontrar? Produtos e serviços, algo diferente? Algo inovador? Preocupe-se em deixar uma boa lembrança a seus convidados, isso inclui pensar no “pós-venda”, o que pode significar entregar algo a mais do que o seu serviço ou produto e sim uma experiência.

Quando será a festa? Toda meta (ou plano) precisa ter um prazo.

Onde será a festa? A estrutura, o tamanho, a capacidade, tudo isso é considerado neste item do planejamento.

Quanto estou disposto a gastar e investir? Os recursos financeiros definem muitas ações, inclusive a anterior.

Como será o convite da sua festa e qual o tema da festa, você usará redes sociais? Aqui estou provocando você sobre o tema marketing. Não existe empreendedorismo de sucesso sem um bom marketing.

Equipe ou terceiros: quem irá servir os convidados, no caso do negócio quem serão seus stakeholders? Ficou mais fácil de fazer o plano de negócio? Espero que sim, porque o próximo passo é colocar a mão na massa e literalmente fazer acontecer.

3º PASSO = IMPLEMENTAÇÃO DO PLANO: CRIE UM CRONOGRAMA DE EXECUÇÃO.

Aplique um método de acompanhamento e organização, acompanhe seus indicadores de realização em cada etapa.

4º PASSO = CONSTÂNCIA:

O último tópico que quero abordar é a constância, tenha continuidade nas suas ações, entenda o fato de seguir diante das dificuldades (porque elas existirão), desenvolva mais flexibilidade para ajustar as mudanças necessárias. Se você se identificou com aproximadamente 80% do que escrevi sobre empreendedorismo, considerando o seu dia a dia e suas competências profissionais, neste caso, você poderá afirmar: “também sou um empreendedor”. Caso você tenha ficado dentro da margem dos 20%, mesmo assim sinta vontade de avançar neste mundo, você já está no lugar certo. Na Revista Empreenda, você terá cada vez mais insights para sua jornada empreendedora e desde já pode contar comigo para apoiar nesta construção criativa.

EMPREENDER É OUSAR FAZER DIFERENTE, EMPREENDER É APRENDER FAZENDO! APRENDER FAZENDO!

Revista Empreenda ed. 30, nov. 2019.

Curtiu? Comente.